Administração
+55 41 3420 3526

Comercial
+55 41 3420 3515

Fiscal
+55 41 3420 3561

Operacional
+55 41 3420 3583

RH
+55 41 3420 3577

Siscomex
+55 41 3420 3528

O "Ondas da Transformação" é uma iniciativa da Associação de Surf de Paranaguá (Aspar) e tem o apoio da Cattalini Terminais Marítimos, por meio do seu Programa de Sustentabilidade
A região de manguezal, localizada no entorno do trapiche, no bairro Rocio, está servindo como uma espécie de sala de aula para os alunos do Projeto Ondas da Transformação. Eles “adotaram a área” e agora tem a oportunidade de colocar em prática o que aprendem sobre preservação, consciência ambiental e reciclagem.

Nesta semana, eles realizaram a limpeza do local e, depois de meia hora de atividades, o resultado da coleta dos resíduos foi “assustador”, como avaliou o coordenador do projeto, Alessandro do Rosário. “A proposta era que os alunos se dividissem em dois grupos e cada grupo teria 15 minutos para coletar a maior quantidade de resíduos possível do manguezal. É gratificante e emocionante ver o engajamento dos nossos alunos nos aspectos social e ambiental do Projeto, mas destaco que o resultado da nossa ação foi assustador. Apesar disso, continuamos convictos que estamos plantando uma semente para o futuro, trabalhando a conscientização ambiental com nossos alunos”, declarou.

Confira o tipo de material e a quantidade recolhida em 30 minutos de ação:
Garrafas pet: 34 unidades
Canudinhos de plástico: 12 unidades.
Máscaras de proteção: 5 unidades
Embalagens de marmitex: 6 unidades
Carteiras de cigarros: 13 unidades
Copos descartáveis: 83 unidades
Latas: 8 unidades
Roupas: 17 peças
Bitucas de cigarros: 274 unidades
Tampinhas plásticas: 21 unidades
Sacolas plásticas: 215 unidades
Garrafas de vidro: 11 unidades
Embalagens plásticas: 69 unidades

O "Ondas da Transformação" é uma iniciativa da Associação de Surf de Paranaguá (Aspar) e tem o apoio da Cattalini Terminais Marítimos, por meio do seu Programa de Sustentabilidade. “O projeto tem como objetivos diminuir a evasão escolar, despertar a consciência ambiental nos estudantes e usar o Surf como ferramenta de formação de cidadãos conscientes de forma crítica e emancipatória. Tudo isso de forma lúdica, sendo os professores também agentes desta transformação”, explicou o coordenador do Projeto e presidente da Aspar, Alessandro do Rosário.

O projeto acontecerá durante um período de 9 meses, com aulas sobre meio ambiente, história do surf, teoria com simuladores de surf, aulas em ambiente controlado (piscina) e aulas práticas na Ilha do Mel. Participam das aulas os alunos do Colégio Estadual "Bento Munhoz da Rocha Neto" e da Escola Municipal "Professor Randolfo Arzua", localizados em bairros próximos à empresa. No total, estão sendo atendidos 50 estudantes, de 7 a 18 anos de idade, selecionados pelas escolas, conforme as notas e a frequência escolar.
Assessoria de Comunicação
imprensa@cattaliniterminais.com.br